HP dv6000 não liga mais – o que fazer? (parte IV)

IMGP0132_thumb-5B8-5D

Parte IV: Ressoldando!

Finalmente, a etapa em que traremos nosso notebook de volta à vida!

Antes de continuar, devo ressaltar novamente: se for seguir este material, tenha certeza de que quer fazer isto. Você pode danificar seu notebook para sempre e a única saída será comprar uma nova placa mãe, que custará em torno de R$1800. Fizemos este procedimento pois a garantia do produto já havia terminado, e como o produto era importado não o podíamos enviar para o recall, que se restringe ao país de origem (no nosso caso, os estados unidos). Este procedimento deve ser adotado apenas em última instância, se você não tiver medo de perder seu notebook ou se não tiver outra alternativa.

Cuidadosamente, retiramos o dissipador de calor da placa, primeiro desconectando o cabinho, depois removendo o parafuso acima da GPU e os outro quatro que guardam a CPU na sequência indicada (há os números 1-2-3-4 escritos perto de cada parafuso, você deve removê-los em ordem para evitar danos à CPU por pressão excessiva em apenas parte do chip). A GPU é o chipset gráfico que está nos causando problemas e está marcada em vermelho na figura da esquerda logo abaixo. Se houver uma borracinha colorida cobrindo a placa, a retire (e guarde) e você verá a palavra "NVIDIA" escrita no topo do circuito. Este quadradinho preto é conhecido como die e é também o núcleo do chip.

Chipset NVIDIA Geforce Go 6150 Processador AMD Turion 64

Continuando, destravamos o processador girando a travinha para a posição "open" e o guardamos num local seguro. Tenha certeza de estar livre de estática se fizer isso! Aproveite para limpar qualquer resquício de pasta térmica que esteja sob os dies do processador e da gpu com o pano macio e o álcool isopropílico (cuidado pois o álcool isopropílico é tóxico – esteja usando luvas e não o inale).

Agora iremos começar a ressoldagem da placa. Para isso, embrulhamos a placa mãe em papel alumínio usando duas voltas (como queremos manter o calor longe da placa, embrulhamos com a parte mais brilhante voltada para o lado de fora). Com a unha, marcamos a posição do chipset gráfico até cortar o papel, que se desprende com certa facilidade. Perto do chip, fixamos o papel junto da placa, mas no restante deixamos um colchão de ar entre ela e o alumínio. O resultado está na foto à seguir:

Pronta para o forno!

 

Estava chegando a hora de usarmos nosso soprador térmico. Para nossa sorte, no youtube há um video demonstrando essa etapa, detalhando todas as fases do processo. Bom, na verdade o vídeo é um tanto monótono, mas ao menos é bem completo! O ideal seria acompanhar as temperaturas usando um termômetro infravermelho, mas nos viramos sem um apenas seguindo o video.

 

 

Obs: Preste atenção nas temperaturas e não despreze as etapas de pré-aquecimento e resfriamento: se você subir a temperatura rápido demais, ou abaixar rápido demais, sua placa mãe ou seus componentes poderão trincar; e ai não terá mais volta! Abaixo está a descrição de cada etapa da ressoldagem:

1) Preheat ou pré-aquecimento, que consiste em gradualmente elevar a temperatura até a zona de pré-aquecimento em que os solventes serão evaporados da pasta de solda;

2) Flux Activation ou ativação do fluxo, que consiste em elevar a solda desidratada até uma temperatura em que ela se torne quimicamente ativada, permitindo que reaja com e remova óxidos e contaminantes da superfície;

3) Actual Reflow ou refluxo proproiamente dito, que consiste em elevar a temperatura até o ponto em que a solda derreta um filete de solda se forme entre o componente e a placa. A temperatura de pico deve ser significantemente superior que o ponto de derretimento da solda para assegurar uma boa liga, mas não tão alta para não danificar os componentes;

4) Cooldown ou resfriamento, que consiste em abaixar a temperatura em velocidade alta o suficiente para formar pequenos grãos que aumentam a resistência da solda mas também baixa o suficiente para evitar danos termomecânicos aos componentes, até que a solda se torne sólida de novo, formando uma boa liga metalúrgica entre os componentes e a placa.

 

Bom, no nosso caso, acabamos usando uma arminha um pouco mais potente do que o necessário pois era o que tínhamos à mão 🙂

Cozinhando à 300ºC! Solder reflow

Obs: Sim, isto é uma cozinha!

 

Terminado o processo, e com esperança de tudo ter dado certo, pudemos então tentar arrumar a origem do problema para que ele não ocorresse novamente!

 

Parte V: Corrigindo >>

12 Comments

  1. Já faço o conserto/reparo desses notebooks desde o ano passado quando começaram a surgir diversos casos. Caso alguém tiver esse problema e não está muito confiante em resolver por si mesmo, poderá estar enviando para nós. O problema é resolvido definitivamente.
    caso interessem entrem em contato:
    http://www.mesocorre.com.br
    Maringá-PR |44|3026-4459
    support_inf (arroba) msn.com
    mscontato (arroba)mesocorre.com.br

  2. Olá Cesar. Tenho um HP dv5 1240BR. Como todos sabem, este modelo apresenta um superaquecimento – ele chegava a 98 graus com o msn e o firefox aberto, apenas – isso quando não desligava. Meu pai é técnico em eletrônica e engenheiro elétrico, e, então, resolvemos abrir o note para limpá-lo. Depois do trampo que deu para chegar ao dissipador, conseguimos limpar. Montamos direitinho, mas agora o pc sequer liga. Ele acende o botao de ligar, mas não liga o ventilador, nem o HD responde, nada. Pensei que poderia ser algum problema de aperto, porque o dissipador e o bracinho de cobre estão a uma boa distância do processador e do chipzinho. Não tenho idéia do que pode ser. Vc poderia me ajudar? Vi q vc estuda na UFSCAR. Eu estudo na UNICAMP, moro em campinas. Vc conserta pcs? Tem alguma maneira de eu entar em contato? Obrigada, Isabella.

  3. Oi Isabella,

    Infelizmente eu não conserto PCs. Eu cheguei a procurar assistências aí em Campinas para realizar este reparo. No entanto todas que achei foram decepcionantes, então também não sei lhe recomendar algum lugar perto para isso…

    Como você tem um dv5, que é um pouco diferente do dv6000, não tenho muita certeza se seu dissipador possuía um elastômero entre o chipset e o bracinho de cobre como é o caso do dv6000. Será que na limpeza vocês não se esqueceram de o colocar de volta?

    Boa sorte,
    César

  4. Olá Cesar,

    Parabéns pelo tutorial.

    O meu HP dv6000 tbm não ligava e após ler o seu tutorial comprei um maçarico portátil e resoldei (após 3 tentativas) o chipset gráfico.

    Com ele desmontado mas com o hd ligado, consegui fazê-lo funcionar e aproveitei para instalar a nova BIOS e a temperatura foi para casa dos 38C a 40C graus. Achei que estava ótimo depois de ficar testando a uns 20 minutos, mas quando fui montá-lo na carcaça e colocar os 300 mil parafusos ele apresentou o mesmo problema, ou seja liga acende as luzes do painel e em seguida se apaga.

    O que poderá ter ocorrido? Se a temperatura estava baixa, será que existe algum outro problema secundário, por exemplo precisa estar conectado algum parafuso que fazer dar o start…ou algo do tipo?

    Abraços

    Vilela

  5. Olá Vilela,

    Em nossa primeira tentativa também nos ocorreu algo parecido pois nossa ressoldagem não ficou tão boa. Na segunda tentativa, utilizamos temperaturas mais altas e tempos de exposição mais longos com a pistola térmica. No seu caso, pode ter acontecido de, durante a montagem, a solda ter se soltado de novo com todo o manuseio da placa.

    O maçarico portátil também não é a ferramenta mais adequada para este trabalho, talvez seja o caso de tentar com uma pistola térmica.

    Boa sorte,
    César

  6. Cara, no meu dv6750br, o wireless nao ta funcionando e o drive de DVD tmb, não sei se pelo mesmo motivo. Tentei a “ressoldagem” com um secador de cabelo “potente”, tentando seguir o script do RM lá de Portugal(ver comentário no post http://crsouza.blogspot.com/2009/02/hp-dv6000-nao-liga-o-que-fazer-parte-v.html#comment-9172731233384337889 ). Só testei o notebook novamente depois de remontar todo, pois não tenho muita prática com os portáteis ainda. A wireless até funcionou, identificou a minha rede, mas não conectou. Tambem, foi só eu reiniciar e ela morreu novamente. Possuo uma estação de solda a ar, mas estou meio receoso de utiliza-la para isso. Alguém já tentou com uma?
    abraço

  7. Dúvidas? me add no msn> maxinchains@msn.com
    Dicas para um reparo com 90% de sucesso…
    1º compre fluxo de solda BGA.
    2º compre Pasta térmica nitrato de prata.
    3ºpegue sua placa e lave com agua corrente (é parece coisa de maluco mas é assim mesmo lave, seque e certifique se que não restou nada umido ou molhado).
    O fluxo de solda deve ser aplicado embaixo do chip com problema, certifique se que ele entrou embaixo do chip dai aqueça por ums dois minutos, + 2 minutos de calor no chip pra soldar e é muito importante não mexer na placa até ela esfriar completamente pra não acontecer de vc montar na carcaça e não funcionar pois se vc torcer a placa o chip “solta” de novo ai é uma trabalheira…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *