Como instalar o Windows Live Messenger no Linux

livemessenger-linux-wine

Tutorial rápido para quem quer utilizar o Windows Live Messenger (MSN) no Linux (Debian, Ubuntu, ou qualquer outra distro apt-based), já que infelizmente nenhum cliente nativo é tão bom quanto o original:

Instale o wine

$ apt-get install wine

Instale o winetricks

$ wget http://www.kegel.com/wine/winetricks -O winetricks

Ensine alguns truques ao seu wine

$ sh winetricks corefonts flash gecko gdiplus msls31 msxml3 riched20 riched30 tahoma vcrun6 vcrun2003 vcrun2005 vcrun2008

Obtenha o messenger

Obtenha o instalador do Live Messenger de uma máquina com Windows XP ou obtenha de algum lugar na internet. O instalador online atualmente não funciona com o Wine.

O arquivo procurado se chama Install_{508CE775-4BA4-4748-82DF-FE28DA9F03B0}.msi e geralmente está ná pasta “C:Program filesCommon FilesWindowsLiveInstallerMsiSources” de qualquer Windows XP que já tenha o messenger instalado.

Instale o messenger

$ msiexec /i Install_{508CE775-4BA4-4748-82DF-FE28DA9F03B0}.msi

Configure-o para rodar como Windows 2000

Entre no painel de controle do wine

$ winecfg

Clique em “Add Application”, navegue até “.wine/drive_c/Program Files/Windows Live/Messenger” e selecione “msnmsgr.exe”. Modifique a versão do windows do msnmsgr.exe para win2000 e clique OK.

Inicie seu wine

$ wineboot

Pronto!

Não é exatamente uma maravilha em performance, mas funciona!

MATLAB ANN’s: Disabling Validation Checks

Just in case you are trying to train your MATLAB neural network for a indefinite amount of time, and your training keeps stopping when “validation checks” reaches 6, just set your validation set division function to be an empty string. Example:

ann = newff(inputs,outputs,100,{},’trainbr’);
ann.divideFcn = ”;
ann = train(ann,inputs,outputs);

That should do the trick.

Escrever é…

“Escrever é, em grande medida, administrar entre conhecido e desconhecido, redundância e informação. Um dos riscos sempre implicados nesse campo é o de depender do ‘background’ do leitor, das informações que ele traz (ou não) consigo. Muitas vezes um relato sucumbe porque espera que o leitor aporte conteúdos para compor o sentido de alusões, entreditos, sugestões que o enredo contém.

Tenha sempre em conta que do outro lado de seu texto há, na melhor hipótese, um leitor; e que essa figura, preciosa e fugidia, pode abandonar o barco a qualquer momento. O autor tem todo direito de radicalizar sua escrita, ser inventivo e ousado, mas também o leitor tem o direito de radicalizar por sua parte, caindo fora.”

(FISCHER, Luís Augusto, professor de Literatura da UFRGS – Universidade Federal do Rio Grande do Sul)

Totalmente fora do contexto deste blog, mas ainda assim interessante.

getToken(); Compilador de Portugol em JavaScript

logo-big

Durante a disciplina de Construção de Compiladores II, temos a oportunidade de trabalhar em um compilador para uma linguagem de programação hipotética a ser implementado em (praticamente) qualquer linguagem que se queira – só não valendo Shakespeare e afins.

Como tínhamos muito pouca experiência com Javascript, decidimos encarar o desafio e comecar a desenvolver nosso compilador para rodar em um ambiente totalmente web.

 

Pois bem; aqui está a primeira versão do getToken(), nosso compilador de pseudo-linguagem que mais lembra uma mistura de pascal com portugol!

 

[ getToken(); – JavaScript-Based Hypothetical Programming Language Compiler ]

 

Bom, é verdade que por enquanto estamos ainda na fase de análise léxica e a única coisa que o programa pode fazer é separar o código em tokens, mas mesmo assim, acho que o negócio está ficando bonitinho ;P

HP Pavilion Sem Som no Linux (Ubuntu e outros)

Se você possui um novíssimo notebook HP e seu som não funciona no Linux, apesar do alsamixer abrir e mostrar os controles corretamente, apenas adicione a seguinte linha no final de seu /etc/modprobe.d/alsa (Gentoo) ou /etc/modprobe.d/alsa-base.conf (Ubuntu/Kubuntu).

options snd-hda-intel enable_msi=1

Para ter certeza do nome correto do arquivo a ser alterado, navegue até a pasta /etc/modprobe.d e procure um arquivo de texto com o nome alsa, alsa-base, alsa.conf ou alsa-base.conf.

Após identificar o arquivo correto, para editá-lo você pode simplesmente utilizar o nano. Não se esqueça de adquirir privilégios de root antes de abrir o arquivo, ou de executar seu editor de textos dentro do sudo. Caso contrário você não poderá salvá-lo. Exemplo:

sudo nano /etc/modprobe.d/alsa-base.conf

Após editar o arquivo, reinicie (ou digite update-modules -f) e verifique se seu som está funcionando. Espero que agora esteja! 😛